Nasceu em Baden-Baden (Alemanha), se nacionalizou Brasileiro.

1993: Começou estagiando na produtora Promeeting, no laboratório fotográfico.

1994: Começou como assistente de câmera - com o longa de Mauro Lima “Deus Júnior” -. Depois seguiu a carreira como 1º assistente de câmera: “BLINDNESS”, “MEU NOME NÃO É JOHNNY”, “LISBELA E O PRISIONEIRO”, “GARIBALDI IN AMERICA”, “JOURNEY TO THE END OF THE NIGHT”,  “TAINÁ 2” e “SALVE GERAL"... Estes são alguns dos quase 40 longas em que atuou como operador e assistente de câmera.

Estagiou na Cinecittá, em Roma. Lá, trabalhou na Technovision Italia, e participou de algumas aulas práticas do Centro Sperimentale di Cinematografia. Pôde observar alguns fotógrafos importantes como  Vittorio Storaro e algumas super produções.

LONGAS DE FICÇÃO, DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: La Redota (Cesar Charlone), Totalmente Inocentes (Rodrigo Bittencourt), Vai Que Dá Certo (Maurício Farias), Real O Plano Por Trás da História (Rodrigo Bittencour), A Terapia segunda unidade (Luciano Patrick), Blindness segunda unidade (Fernando Meirelles).

DOCUMENTÁRIOS DE LONGA-METRAGEM, DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Red Trees (Marina Willer) Inglaterra, Unseen Enemy (Janet Tobias) USA, Principe Das Astúrias (Mauro Lima). Futebol Brasileiro segunda unidade (Miki Kuretani), No Place On Earth segunda unidade (Janet Tobias) USA.

SÉRIES DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Breakthrough (Paul Giamtti) NATGEO USA, Work In Progress (Diego de Godoy) ARTE1, Dia UM (Renato Amoroso) HBO, PSI segunda unidade (Max Calligaris) HBO, Três Teresas segunda unidade (Claudia Reis) GNT, Mulher Do Prefeito segunda unidade (Claudia Reis) Rede Globo.

Entre centenas de comerciais assinando a fotografia, em produtoras como: O2, Prodigo, Bossa Nova, Paranoid, Talk, Orbital, Vice, Landia...

Em 2012 recebeu o prêmio de melhor fotografia da La Asociación de Críticos de Cine del Uruguay "La Redota".

 

3000 Dias No Bunker